MANUTENÇÃO

PREVENTIVA

 

Manutenção preventiva é um conjunto de procedimento e testes realizados com o intuito de medir a seguridade do seu estabelecimento, protegendo-o com base nas normas técnicas de segurança e/ou incêndio. 

 

A manutenção preventiva de incêndio é necessária em qualquer tipo de instalação, ainda que a mesma esteja vazia ou inativa, sendo exigida de 3 em 3 meses pela lei. Nesses quesitos enquadram-se as instalações: residencial, comercial ou industrial.

 

A periodicidade trimestral deve ser respeitada para que os proprietários de edifícios comerciais ou residenciais não sejam multados por inadequação técnica. O sistema de proteção contra incêndios deve ser rigorosamente respeitado e seguir as regras de prevenção. 

CORRETIVA

 

A manutenção corretiva é realizada com o objetivo de eliminar problemas que já existem ou estão prestes a existir. As correções devem ser contínuas para que não prejudiquem a segurança do seu imóvel, empresa ou indústria. 

 

Exemplos de manutenção corretiva:

 

  • Reparo de Emergência: reparos urgentes, como um extintor fora do prazo de validade.

  • Falhas de serviço: restaurar serviços que estão inativos. Por exemplo: chuveiros/sprinkles.

  • Reparar: consertar objetos que estão quebrados, como sinalizador de emergência. 

  • Atuação: manutenção projetada para restaurar algo às suas condições iniciais para um ótimo desempenho. Por exemplo: manutenção de portas corta fogo.

  • Qualidade: correção de objetos com qualidade dos utensílios. Por exemplo: manutenção das mangueiras para cessar o incêndio. 

MONTAGEM E INSTALAÇÃO DE EQUIPAMENTOS

 

Nessa etapa é realizada a instalação de equipamentos e adequações técnicas de segurança e prevenção em combate a incêndios de acordo com todas as normas e padrões de segurança.